Notícias e Avisos

Integração com as redes: e Acessar Portal DDD

08/03/2010 - Incluído tema alternativo e recursos de tradução.
------------------------------------------
07/03/2010 - Migração para a versão 2.8.4 do WP.
------------------------------------------
03/03/2010 - Reinício das atividades do blog, com sua integração à Rede DDD.
------------------------------------------





Arquivos
Categorias
Blogroll
Outros Sites (Autor)
Sites Recomendados
Sites da Rede DDD

Links dos sites do mesmo autor, integrantes da "Rede DDD" (Debata, Desvende e Divulgue):

Comentários Recentes
    Videos Recomendados

    Meus Videowalls:

    Vídeos Destacados:

    Inri Cristo, o Jesus Reencarnado

    Você Acredita em Deus?

    Jesus Já Voltou?

    Vídeos em Jukebox-1

    Outros vídeos:Acessar

    1 - Para retornar a esta página após ver os vídeos no meu Vodpod, você poderá clicar na seta "retornar', do seu navegador ou simplesmente fechar a janela da página em que foi exibido o vídeo.

    2 - Minha página de vídeos selecionados estará sendo permanentemente atualizada. Visitem-na, vez por outra!

    3 - Se desejar, você também poderá comentar qualquer vídeo, na minha própria página de exibição, no Vodpod. Mais ainda: havendo mais de um visitante, poderão até 'debater o vídeo'.

     

    Por que, em pleno século XXI, falar contra as religiões ainda acarreta reações violentas por parte dos fanáticos religiosos? Se isto, no passado, quando a religião católica tinha um poder maior e impunha seus dogmas a ferro e fogo já era condenável, que dizer hoje? Vejam o que pensa um escritor e pesquisador muçulmano, especialista em estudos do Oriente Médio, analisando racional e imparcialmente, as reações dos muçulmanos a um vídeo americano que criticava Maomé e o islamismo. Seu depoimento, publicado no site BBC Brasil, encontra-se transcrito abaixo, na íntegra:

    Eu sou muçulmano e ocidental, mas não considero que os dois elementos se oponham.

    Chegamos a um estágio em que não existe mais o controle da Igreja Católica sobre o que pode ou não ser dito ou escrito em público. No passado, os "hereges", aqueles que não aceitavam a doutrina do catolicismo, eram mortos ao lutar pela liberdade religiosa, de pensamento e de expressão. Considero tais liberdades sacrossantas.

    Foi a coragem desses protestantes que permitiu a criação de sociedades seculares e plurais no Ocidente, possibilitando, pela primeira vez na história, que um grande contingente de judeus e muçulmanos morassem juntos e praticassem cada qual sua religião.

    A barbaridade dos pogroms, da caça às bruxas e dos hereges sendo queimados vivos em praça pública felizmente acabou.

    Os meus colegas muçulmanos precisam entender tal pano de fundo. Não podemos sufocar as diversas liberdades existentes sob a alegação de proteger a nossa religião. É claro que eu me sinto pessoalmente atacado quando o profeta Maomé é insultado.

    Inclusive, porque a literatura ocidental, de Shakeaspeare a Thomas Paine, está cheia de referências negativas aos muçulmanos, chamando-os de "mouros", "turcos" e "seguidores de Maomé".

    Paralelamente, os escritos clássicos árabes e persas estão repletos de antissemitismo e negação à divindade de Cristo como filho de Deus.

    Ainda assim, é importante que nós, do Ocidente, tenhamos conseguido acomodar em um mesmo (ou mais) países todas as fés – e inclusive aqueles que não professam nenhuma fé.

    Essa evolução não pode ser revertida. A autocensura é uma tentativa de reverter os ganhos realizados pelos intelectuais de outrora, nossos antepassados.

    Tão quanto os muçulmanos são livres no Ocidente, os cristãos e seguidores de outras fés precisam ter a mesma liberdade no Oriente.

    Nós, muçulmanos, matamos algum dos maiores iluministas por causa de acusações clericais de heresia, motivadas pela ausência da liberdade de pensamento.

    Da execução de al-Hallaj em Bagdá, no Iraque, ao apedrejamento de Ibn Arabi em Damasco, na Síria, passando pelo banimento de Bulleh Shahm em Punjab, a história está cheia de exemplos.

    Esses muçulmanos são mártires por terem lutado pela liberdade de pensamento.

    Como um muçulmano ocidental, eu quero defender essas liberdades e assegurá-las para as futuras gerações.

    Ed Husein é pesquisador sênior de estudos do Oriente Médio do centro de estudos Council on Foreign Relations e autor do livro "The Islamist"

    Fonte: Site BBC Brasil

    Não estaria na hora de criminalizar, em todos os países do mundo,  as reações com agressões físicas, praticadas pelos fanáticos religiosos? Não estaria na hora de declarar-se legítimo o direito de qualquer pessoa manifestar suas opiniões?

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Compartilhar enviando para:
    • Print
    • email
    • del.icio.us
    • Technorati
    • MySpace
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Digg
    • Live
    • Yahoo! Bookmarks
    • Add to favorites
    • RSS

    Gostou ou discordou do que leu? Deixe um comentário!

    XHTML: Você pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <font color="" face="" size=""> <span style="">

    Nota: Os comentários deste blog não estão moderados (a menos que bloqueados automaticamente pelo filtro de spam) e serão publicados imediatamente após postados. Não obstante, verificando-se a posteriori que estão em desacordo com a política editorial do blog, poderão ser moderados ou até excluídos, se forem considerados pornográficos, contiverem ofensas pessoais ou totalmente divergentes do tema a que se referem.


    Translator
    Pesquisar neste blog
    Sobre o autor…

    Ivo S. G. Reis

    Apenas um livre-pensador ecletista, agnóstico, ambientalista de coração e de carteirinha, filósofo de rua e de boteco, um libertário cidadão do mundo, à procura de vozes que queiram fazer coro contra a exploração e escravidão religiosa dos incautos, contra a corrupção na política, contra a exploração do povo pelo Estado e contra a devastação da natureza. Minhas armas e ferramentas: meus pares ideológicos e os locais onde nossos protestos e mensagens possam ser divulgados e ouvidos.













    Você está no lugar certo?

    Passe o mouse para parar rolagem

    Se você não gosta de questionar;

    se acha que tudo já foi dito antes;

    se acha que protestos são perda de tempo e que não vale a pena se preocupar com a devastação da natureza e com os problemas futuros da humanidade porque, quando chegar a hora certa, alguém resolverá por nós;

    se costuma aceitar dogmas religiosos e imposições das igrejas sem discutir e se crê que se deva entregar as soluções nas mãos de "Deus" porque "Ele" tudo resolve;

    se acha que ter uma religião e segui-la é o bastante;

    se não tem espírito libertário;

    se não tem senso crítico, não aceita rever seus conceitos e não gosta de reflexões nem de pensar muito...

    Então, provavelmente, achará que está no lugar errado e não vai gostar muito de navegar por aqui.


    Enquetes Filosóficas:

    Clque na enquete de sua preferência para ver resultados ou votar!

    1 - Qual o tema de "filosofia de botequim" que mais lhe agrada?

    2 - Qual das correntes filosóficas listadas é a que lhe desperta maior interesse? (link ainda não estabelecido)

    NOTA: Após votar ou visualizar, clique no botão "RETORNAR" da enquete, para voltar a este blog

    Seguir o blog
    Artigos Publicados
    Você poderá consultar os posts publicados de várias maneiras:
    • 1 - Todos, por ordem alfabética
    • 2 - Todos, por data de publicação (mais recentes primeiros)
    • 3 - Todos, por categorias de assuntos e data de publicação
    • 4 - Publicados por página

    Vá para a página Índices e selecione a sua opção!

    Agregadores Preferidos
    Estatísticas e Visitantes

    II - Geral, a partir de 20/03/2010:

    Contador de acesso e visitas