Transitoriedade

24/12/2007
by amal scheleschthing

A vocação com a qual nasci que me garante não ser aqui um fim, tem me proprcionado ver o mundo de uma forma diferente da que tenho presenciado dentro do que todos entendem como normal. Penso que tudo o que estamos tentando fazer não está surtindo efeito prático no nosso cotidiano. De alguma forma algo não vai bem. As respostas enfileiram-se mas as soluções não só são escassas, como quando aparecem, logo são denominadas como impossíveis de serem levadas a cabo. É com tristeza que precisamos admitir que: […]precisamos agradecer pelo fato de que a imensa maioria não entenda o fato de que aqui seja apenas uma passagem, vivemos uma transitoriedade; do contrário, já teriamos dado cabo no planeta em definitivo. Somos verdadeiramente agradecidos por existirem pessoas preocupadas com nosso planeta hoje, pois é apenas com esta consciência, de que aqui é um ponto final, é que conseguiremos conquistar um pouco de longevidade maior a esta bela e quase indestrutível natureza.

 

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

4 Comentários

  • lourdes disse:

    muito bom
    c/ todos estes predicados . e realmente uma pessoa rara.

  • lourdes disse:

    PARABENS
    REALMENTE VC E UMA PESSOA RARA.
    E NESTE ATUAL MOMENTO DE TRANSIÇÃO E MUITO BOM OUVIR PESSOAS ESPECIAIS . AFINAL NO MUNDO PODEMOS VER Q/ A MAIORIA DAS PESSOAS NAO SABEM P/ ONVAO NEN O QUE FASE.

  • lourdes disse:

    PARABENS
    REALMENTE VC E UMA PESSOA RARA.
    E NESTE ATUAL MOMENTO DE TRANSIÇÃO E MUITO BOM OUVIR PESSOAS ESPECIAIS . AFINAL NO MUNDO PODEMOS VER Q/ A MAIORIA DAS PESSOAS NAO SABEM P/ ONVAO NEN O QUE FASE.

  • amal scheleschthing disse:

    vc é mesmo uma pessoa rara,especial, de valor inestimável, e um espírito de muita luz. É mesmo muito importante para nós nesse momento em que nosso planeta e nossas vidas passam por tantos desgastes, que existam pessoas de consciência plena como vc, para que se propague entre nossos semelhantes um pouco que seja de sua sabedoria nobre onde é visível seu respeito por tudo que é vivo.
    Obrigada.

Deixe uma resposta