Artigos na Categoria “Literatura”

09/12/2007
by Ivo S. G. Reis

Embora não seja o objetivo principal deste blog a “Literatura“, como também não o é a “Política“, a “Religião“, a “Filosofia” e a própria “Ecologia” ou as demais categorias, temos de percorrer cada uma dessas áreas, para justificar os propósitos iniciais da criação do blog.

Temos dado e vamos continuar dando prioridade aos artigos e discussões ligados à Ecologia e meio ambiente, por motivos que são óbvios.

Mas para não falhar com o nosso compromisso, e atender às expectativas de alguns usuários e visitantes que nos enviaram e-mails reclamando dos outros artigos, principalmente os literários (valem também as indicações e comentários sobre obras), resolvi publicar alguns textos de minha lavra, extraídos dos meus dois outros sites, o “Usina de Letras” e o “Recanto das Letras“. E devo continuar fazendo isso ocasionalmente, já que apenas o Maurício Gomide os tem publicado (verdadeiras peças literárias, porém, rotuladas modestamente como “artigos”).

Breve estaremos publicando também outras matérias nas áreas de “Filosofia”, “Política”, “Economia”, todas ainda com poucos ou nenhum tópico publicado.

Por favor ajudem! Publiquem alguma coisa ou, pelo menos, continuem comentando os artigos. Vi alguns bons artigos, inexplicavelmente, com “nenhum comentário”. Estaríamos nós com “pouca visibilidade”? Talvez, porque artigos como os que o Maurício Gomide tem publicado, se lidos, jamais ficariam sem comentários.

Enquanto isso, e para pôr mais um “post” na categoria Literatura, segue o texto abaixo, de minha modesta lavra:

———————————————————-

AQUI JAZ AQUELE QUE NÃO FOI      

Sim, eu sou aquele que não sou.
E sendo aquele que pareço ser,
Deixo de ser o que verdadeiramente sou,
Para ser aquele que “pensam que sou”.

O ser que existe em minha mente,
O ser que mora no meu íntimo,
É forte, é grande, é diferente,
Deste que sou, banal e ínfimo.

Se nada de novo acontecer,
Que tire minha vida da mesmice
Ou permita revelar meu ser,
Digam que fui eu quem disse:

No dia em que eu morrer,
Que na laje tumular somente
Esta inscrição se visse:

O ser que havia em sua mente,
O ser que havia no seu íntimo,
Foi forte, grande e diferente,
Deste que foi, mísero e ínfimo.

AQUI JAZ AQUELE QUE NÃO FOI

Ivo S G Reis
Publicado no Recanto das Letras em 08/12/2007
Código do texto: T769589
       

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mencionar: Autor original: Ivo S. G. Reis; fonte: Recanto das Letras – Site do Autor – http://www.ivosgreis.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Technorati : , , ,
Del.icio.us : ,

Powered by Zoundry

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

Deixe uma resposta

Previous Post
«