Republicamos, abaixo, o artigo do nosso companheiro e usuário mgomide3, publicado no seu blog MEIO AMBIENTE, co-irmão deste blog. Você também poderá ver os comentários a este artigo no nosso fórum “Debatendo a Ecologia…”, onde igualmente foi publicado. Avalie-o e deixe seus comentários. […]Artigo original, de Maurício Gomide:
————————————————————–

“Em assunto tão grave como o da sobrevivência da humanidade, de permanente preocupação para os conscientes ambientalistas, ninguém é dono da verdade, mas todos são responsáveis pela preservação do planeta. E o que fazemos nós ao iniciarmos a aglomeração em torno de um núcleo sadio e pujante como o oferecido pelo Ivo S. G. Reis no seu Fórum Ecológico? Oferecemos, por imposição da consciência de cada um, o que existe de mais puro e valioso do gesto humano: a manifestação autêntica de esforço intelectual para acudir a quem pede socorro – nossa mãe Terra – materializado na divulgação do pensamento escrito. E a ressonância de nossos clamores, que são os clamores da Natureza, só poderá produzir algum resultado se ampliado pela multiplicação de nossas vozes, E isso agora está possibilitado pela abertura a todos do Fórum Ecológico.

Dessa forma, eu me considero apenas como um dos participantes de todos os blogs ecológicos, da mesma forma como todos os ambientalistas devem ser participantes legítimos do blog mencionado. Afinal, nosso compromisso é com a Natureza, da qual somos parte.

Saúdo com entusiasmo a abertura do Fórum Ecológico e peço que todos o apóiem em seus objetivos. Não dispersemos nossos esforços. Ambientalistas, unam-se!.”

————————————————————
Acréscimo feito pelo administrador do blog, em 14/09/2008:

 

            Nesses dias, em que mais do que nunca estamos vendo a nossa Amazônia correndo o perigo de internacionalização, com atitudes das grandes potências internacionais ameaçando a soberania nacional…
             Nesses dias em que várias vozes se levantam e que militares sabedores da verdade ainda não podem falar…

           Nesses dias em que muitos resolvem alertar e o Governo parece não querer ouvir, tomando medidas tímidas que, todos sabem, não irão resolver…
          Nesses dias em que o mundo, representado pelas grandes potências internacionais, quer chamar para si a responsabilidade sobre a “defesa da Amazônia”, já que o Brasil tem se revelado incompetente para defendê-la…
            Nesses dias em que já se constata – algo outrora julgado impossível – que até grandes áreas do imponente bioma amazônico podem ser vítimas da seca e da desertificação…
           Nesses dias em que até a maior emissora de TV do país resolve abrir um portal para denunciar queimadas e desmatamentos na Amazônia e se dispõe a ouvir denúncias sobre os problemas daquela região e apurá-las (essa é a promessa)…
   

           Hoje, não sei por que, lembrei-me de um dos primeiros artigos deste blog, na verdade, um poético apelo, de autoria do companheiro Gomide e resolvi republicá-lo para que reflitam que, sozinhos, somos impotentes e que somente a união dos ambientalistas, coordenados, com uma voz uníssona, pressionando o Governo, poderá reverter esse quadro que, além de prejudicial, é vergonhoso para o Brasil.
  

E se uma emissora de TV, com a força e o prestígio da Globo, se dispõe a ajudar, vamos cobrar e testar. Afinal, nesse terreno, já perdemos tantas batalhas que se houver decepção e derrota, será apenas mais uma, mas continuaremos em frente porque, para nós, a guerra contra os inimigos da Amazônia só terminará quando tombar o último soldado verde.
   

1ª publicação (artigo original): 25/11/2007 – Autoria: Maurício Gomide Martins, com apresentação de Ivo S. G. Reis

Del.icio.us : , , , amazonia

Powered by Zoundry

 

 

 

 

 

 

 

 

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

4 Comentários

  • Antidio Teixeira disse:

    Amigos:
    Nosso Maurício, ao sentenciar o “slogan” de convocação dos ambientalistas, esqueceu-se de que ele é uma brilhante estrela entre planetas e excluiu-se. Incluemo~lo na mesma alterando-a para UNAMO-NOS, pois ele continuará sendo o centro de nossos comentário no blog MEIO AMBIENTE tanto diretamente como através de “Blogs Irmãos”.

  • Administrator disse:

    Antídio:

    Embora seja eu, por mera casualidade, o criador e administrador deste blog, acho que devo ao Maurício Gomide, todo o incentivo que tive para aprimorá-lo e dar-lhe continuidade. Foi ele um dos nossos primeiros colaboradores – o primeiro em caráter permanente – e é a ele que se deve muito do que aqui se fez.

    Como decorrência de suas sugestões, foi criado o fórum “Debatendo a Ecologia…”, onde ele participa ativamente, até com uma número de posts superiores aos meus. Também o reforço da idéia de agregar ambientalistas em torno desse blog, foi dele. Trocamos inúmeros emails e agora mesmo estamos fazendo isso, com relação à pesquisa de um assunto grave e delicado que, pelos cuidados que requer, ainda não foi publicado neste blog.

    Este é o nosso Maurício Gomide, um verdadeiro ambientalista, um ativista incansável das causas ecológicas. Diria, sem exagero, que metade do sucesso deste blog, deve-se a ele e a outra metade a todos nós.

    Esta é a razão – o exemplo dele – por que digo que temos de formar uma equipe ou, se preferirem, um time afinado, desses que estão acostumados a jogar juntos, sabendo onde colocar a bola para o outro companheiro.

  • Antidio Teixeira disse:

    Ivo:
    Não tenho dúvida sobre suas afirmações acima. Esclareço que, no meu comentário, não fui bastante claro. Simplesmente sugeri que o “slogan” seja alterado para: “AMBIENTALISTAS, UNAMO-NOS”, em vez de UNAM-SE; pois, assim, dá a impressão de que o autor excluiu-se da condição de ambientalista.
    Bom domingo.
    Antídio

  • Administrator disse:

    É claro que entendi o porquê da sua sugestão. Mas como o dono do slogan é ele, acho que devemos ouvir a sua própria opinião. Mas acho também que o apelo, se tiver de ser atendido, tanto na forma “UNAM-SE!” ou “UNAMO-NOS!”, é o que conta. E na 1ª pessoa ou na 3ª pessoa, passam bem o recado do autor. E é isso o que ele quer.

Deixe uma resposta