Por que saber dizer “Não Sei”?

15/06/2010
by Ivo S. G. Reis

"Só sei que nada sei. E o fato de ter consciência disso já me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa." (Sócrates, filósofo grego, por alguns reconhecido como "o mais sábio dos homens")

"Ser humilde com os superiores é uma obrigação, com os colegas uma cortesia, com os inferiores é uma nobreza." (Benjamin Franklin)

A motivação para a criação deste post surgiu de um texto do companheiro de diHITT, João D. Caetano de Oliveira, que publicou, na íntegra, em seu blog OpinAtivo, o excelente texto "Não Sei", do conhecido consultor empresarial Max Gehringer. Pedi e obtive a sua autorização para replicá-lo aqui, não só pela qualidade da matéria, mas também porque o tópico se enquadra perfeitamente nos objetivos deste blog, que é abordar temas de cunho filosófico.

No entanto, após obter a autorização, resolvi pesquisar um pouco mais e encontrei o vídeo original, produzido pelo próprio autor da matéria e, assim, resolvi suprimir o texto escrito, substituindo-o pelo vídeo original, aqui inserido.

Convém que nossos leitores reflitam sobre o tema, pois encerra ele uma grande verdade, da qual poucos se apercebem: a humildade e, ao mesmo tempo, a sinceridade e a grandeza de saber dizer "não sei", quando esta for a real situação. Após ver e analisar o vídeo, me atreveria a dizer que o seu conteúdo se trata de uma crônica filosófica, expressa com som e imagem em mídia digital. É uma forma inovadora de expressão, mas nem por isso deixa de ser uma crônica.

Para quem desejar ter acesso ao texto escrito, basta clicar na palavra OpinAtivo, em grifo e em link, no primeiro parágrafo deste post.

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

1 Comentário

Deixe uma resposta

Previous Post
«
Next Post
»