O Voto: Direito, Dever ou Perda de Tempo?

01/10/2008
by Administrator

Era nossa intenção republicar abaixo, e na íntegra, conforme entendimentos e autorização do autor e por espelhar também a nossa opinião sobre o assunto, o interessante artigo “O Voto: Direito, Dever ou Perda de Tempo? “, publicado originalmente pelo nosso colaborador Mr. Spock, em seu blog “Projeto S.I.L.I.“, parceiro do DDD. Queremos deixar claro, antes, dado a polêmica que poderá causar, que não se trata aqui de um incitamento à desobediência civil, mas apenas de opiniões pessoais do autor e do administrador deste blog. Poderão dizer que estamos errados, que não somos patriotas, não queremos cumprir com o nosso dever de cidadãos, que a nossa atitude de nada adianta, que é incorreta, etc? Ótimo! Queremos ouvir os argumentos favoráveis ao cumprimento do dever cívico do voto e saber se, na conjuntura atual, isso está adiantando alguma coisa ou se o ato de votar está apenas servindo para homologar aquilo que os grandes partidos políticos já decidiram por nós.

Ao analisar os gastos de campanha dos candidatos (não os declarados, mas os reais) e ver que a remuneração de um político eleito, durante os 4 anos do seu mandato, é infinitamente inferior aos seus gastos de campanha, o que pensar? Leiam o artigo  deste nosso arguto observador político e digam-nos se não lhe cabe uma certa razão:

=============================================

Notas: 1 – O artigo original, depois de aqui transcrito na íntegra, alterou por completo a estrutura do texto e o comportamento do blog, causando problemas; 2 – Assim, só não foi publicado aqui, como era nossa intenção, por dificuldades de formatação e lentidão no carregamento. Mas aconselhamos a sua leitura no link abaixo:

Link para o artigo original (O Voto: Direito, Dever ou Perda de Tempo?):

Blog projeto S.I.L.I.

=============================================

Da leitura do artigo e ao se adotar o comportamento ali recomendado, poderia advir uma possível conseqüência: Se houvesse um índice de abstenção acima dos 50% nas próximas eleições, que recado estaria sendo dado para os políticos brasileiros? E o Governo? Que medidas tomaria? (Ah, como eu adoraria ver isto!…)


Technorati : , , , , , , , ,
Del.icio.us : , , , , , , , ,

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

6 Comentários

  • Yan Kavasi disse:

    Li sua matéria original, Sr. Spock. Excelentes considerações. Aliás, você até parece que adivinhou meus pensamentos sobre o que pretendia fazer no dia das eleições.

    Acho mesmo que se houvesse um protesto em massa, como sugeriu o Ivo, isso poderia sim ser um recado para o Governo. O problema é que o povo “teme as punições” do poder constituído. Do jeito que está a coisa, só mesmo obrigado ou por interesses o povo vota. Por dever cívico? Duvido!.

    Estamos sentindo a sua falta no fórum “Debatendo a Ecologia”. Por que a ausência? Teci, há alguns meses, considerações ao seu último comentário e até hoje não obtive resposta. Parece-me que da última vez você ficou um pouco contrariado com as minhas posições. Só que retornei, dei as explicações e não mais o vi por lá. Dê uma passadinha, pelo menos para ler o que escrevi sobre o seu último comentário

  • Mr. Spock disse:

    Caro Yan,
    Minha ausência do Forum se deve a “problemas” de memória e de configuração do mesmo.
    A memória é a minha mesmo…já não sei com que login e senha me cadastrei (o “Mr. Spock” possui variações de acordo com as exigências de cada site). Já tentei recuperar a senha, mas aí o sistema me diz que meu cadastro está inativo (??). Devo tentar me cadstrar de novo para ver como fica. Nada a ver com seus comentários!!

    Pô Ivo,
    Lamento saber que foi meu artigo que derrubou o DDD!
    Garanto que não embuti nenhum vírus no texto… :)))
    E voce ainda queria que eu mesmo o publicasse aqui…viu só do que me livrei?!

    Agora, desobediência civil é instrumento popular consagrado pela História e ainda preferível à Guerra Civil, apesar de não tão eficiente em termos de mudanças a curto prazo.

    Não acredito que meu “conselho” dado no artigo vá ser seguido por muitos, pois é uma decisão pessoal de quem não quer mais fazer papel de palhaço nem ser cúmplice de toda essa podridão.

    Apesar de as abstenções já terem ultrapassado os 20% em eleições passadas, o atual estado de indigência e ignorância da sociedade brasileira não me dá muitas esperanças de um futuro promissor. É daí pra pior!!

    Por falar nisso, se prepare para meu novo artigo (estou escrevendo agora) sobre “O Grande Desmatador da Amazônia”. Sabe quem é? Madeireiros? Arrozeiros? Latifundiários? Nãaaaaaaoooo!!

    Já sabe quem é?

  • Spock:

    Não se preocupe. Não foi a sua matéria que derrubou o meu blog. Foi barbeiragem minha mesmo (veja as explicações completas no meu último comentário de hoje ao artigo “Vida de Jesus – Coleções de Lendas e Mitos de Antigas Religiões, Anteriores à Era Cristã?”). Lá está explicado todo o problema que ocorreu e o que estou tentando fazer para evitar a repetição.

    Quanto ao seu artigo, o que ocorreu foi que ele se desformatou, ficando anti-estético, com parágrafos sem espaços e negritos indesejados. Ao tentar corrigir, piorei e ele estava demorando a carregar. No início até que estava passável, mas depois, não dava mais. Tentei mais duas vezes e não consegui. Daí, deletei o artigo e optei por essa solução, que não é a que eu queria mas, pelomenos é mais elegante e aceitável, sem tirar o mérito do seu excelente trabalho.

    Tomei um sustão, Spock, e estou com um problema. O artigo a que me referi ( Vida de Jesus…) aproxima-se dos 100 comentários e promete ir além, pelo que vi. Estou tentando numerar os comentários e não encontrei nenhum plugin pronto para a plataforma WordPress. Então resolvi implementar na marra, mexendo no código. Deveria dar certo (em outros temas até deu), mas não no meu, porque parece que ele não aceita a mudança. Forcei a barra e os comentários sumiram e não queriam voltar nem a pau.

    Aliás, Spock, se não me engano, você me disse entender um pouco de programação para Web. Será que pode me ajudar ou dar alguma sugestão que me permita numerar meus comentários? Conheço alguma coisa de programação html, php, java script e banco de dados, mas não o suficiente para determinadas tarefas na Web.

    Veja no citado comentário a descrição do problema e as alternativas que sugeri. Se tiver alguma idéia, estou pedindo socorro.

    O maior criminoso ou maiores criminosos da Amazônia? Na minha opinião e pelo que sei, os políticos e o próprio Governo, através da corrupção e financiamentos suspeitos do BNDE e bancos públicos nacionais e internacionais, conluio com ONGs estrangeiras e vendas de terras amazônicas no exterior. Depois vem os outros. Se eu fosse falar, daria um livro. Muitos dos desmatadores são políticos donos de madeireiras, fazendeiros e donos de grandes glebas de terras e que fazem rolos até com os assentamentos rurais frios e as reservas indígenas.

    Pode mandar seu artigo e publicar aqui direto, sem susto. Não deverá ocorrer o que ocorreu comigo, porque você já fez isso corretamente antes. Foi apenas um acidente.

  • Mr. Spock disse:

    Bem Ivo, meu artigo já está aqui, mas estou com os mesmos problemas de formatação de parágrafos que voce teve. Já tentei até duplo “Enter” no texto e nada.

    Vou tentar com o IE, pois pode ser que seja problema do Firefox que usei para copiar. Aliás, estamos (nós, internautas) precisando urgentemente de um navegador que funcione, pois esses 2 que uso são uma M, e a esperança do Google, o Chrome, bom…ficou na esperança.

    De programação não entendo quase nada da atualidade, principalmente de HTML, mas vou ver com minha mulher, que gosta de catar widgets e macetes para blogs, se ela sabe de algo para numerar (ou arquivar) comentários.

    É por essas e por outras que não me meto em Religião… :))

  • Administrator disse:

    Não adianta tentar com o IE. Eu já fiz isso. A melhor solução é entrar no html/php do artigo e alterá-lo à unha. Dá trabalho, mas funciona. O único perigo é que se você digitar uma palavrinha errado… pode ser um desastre.

    Estou usando provisoriamente um novo tema no qual consegui numerar corretamente os comentários. Mas para conseguir isso, escangalhei outras e vou ter que ir alterando aos poucos, porque no meu tema original (que dificilmente dá pau) não consegui numerar comentários. Assim, vou corrigir este (post com fundo branco e títulos em azul)e ver se dá para prosseguir com ele.

    Esqueça o “duplo enter”. Ele aceita, mas na hora de publicar junta tudo de novo.

  • ivan carlos disse:

    ao YAN KAVASI:

    LI A MATÉRIA DO Mr. SPOCK E CONCORDO COM SUAS OBSERVAÇÕES, NO ENTANTO, ACHO QUE A MELHOR SOLUÇÃO, AINDA É VOTAR… NO “MENOS RUIM”.

Deixe uma resposta