Os Evangelhos Não São Sagrados!

11/04/2009
by Ivo S. G. Reis

O QUE JESUS DISSE? O QUE JESUS NÃO DISSE? Quem mudou a Bíblia e por quê?

O que Jesus disse e o que Jesus nao disse Este é o título de um dos mais polêmicos, porém não o mais recente livro de Bart D. Ehrman, considerado a maior autoridade mundial em exegese bíblica da atualidade. Um de seus útimos livros ("Jesus, Interrompido"), ainda sem tradução no Brasil, foi lançado em 2008 e também deverá ser alvo de grandes debates pois, em matéria de religião, não importando o peso da autoridade de quem defende uma tese, teoria ou simples opinião, sempre teremos "os contra" e os "a favor".

Bart Ehrman, um ex-cristão evangélico, hoje um agnóstico convicto, é teólogo, professor, Ph.D (título recebido no Seminário Teológico de Princeton), dirige o Departamento de Estudos Religiosos da Universidade da Carolina do Norte, na cidade de Chapel Hill, nos Estados Unidos. Poliglota, aprofundou-se no estudo do Grego, do Hebraico, Latim e várias outras línguas, inclusive européias, para melhor poder compreender os textos bíblicos, dos quais efetuou e comparou diversas traduções. Com cerca de uma dúzia de livros publicados, é presença constante em programas de televisão e rádio, por ser considerado uma das sumidades nos estudos sobre o Cristianismo e a vida de Jesus. É super considerado pelas redes NBC, CNN e History Channel. (fonte: Wikipédia – Bart D. Ehrman).

Não citando o livro "Christ, Interrupted" (Cristo, Interrompido), não publicado no Brasil, como dito, a Wikipédia destaca na bibliografia de Bart D. Ehrman:

Voltando ao livro em questão, cuja leitura fortemente recomendo, depreende-se da sua análise que o autor conclui que os Evangelhos não são sagrados, porque não se tendo acesso aos originais, – que ninguém sabe onde estão -, o que temos são sucessivas traduções e reproduções feitas pelos "copistas", com inúmeras alterações, inserções, exclusões e contradições entre as várias versões. Mas os argumentos não ficam só nisso: denunciam também a exclusão de outros evangelhos ditos apócrifos, infirmam depoimentos de pretensas testemunhas oculares, passagens e citações, desqualificadas por falta de comprovação histórica e incompatibilidade temporal e lingüística. De acordo com o autor, algumas curas e passagens dos Evangelhos são fruto da imaginação dos copistas, desejosos de atribuir dons divinos ao personagem. Muitas dessas alterações foram aceitas e até retrabalhadas, por conveniência da Igreja.

Sem ter seu pensamento alinhado com os de Christopher Hitchens, Richard Jesus - Profeta ApocalipticoDawkins e Sam Harris, três dos mais famosos ateus, não chega a defender a inexistência de Cristo mas, para ele, Jesus era humano e apenas mais um simples "profeta do Apocalipse", o que mais se sobressaiu. O que veio depois dele, seriam acréscimos do tipo "quem conta um conto, aumenta um ponto". E foram tantos os exageros e tantos os interesses em que parecessem verdade, que deu no que deu.

Bem, que os Evangelhos (como a Bíblia) não são sagrados, isto não é muito difícil de aceitar, exceto para os fanáticos religiosos que sofreram lavagem cerebral. Quanto a "Jesus ser humano e apenas mais um profeta do Apocalipse", pelas mesmas razões, também é hipótese bastante plausível. Mas nem Bart Ehrman, com toda a sua autoridade, conseguirá pôr fim à eterna discussão: "Teria mesmo Jesus existido, ou seria apenas um mito? E se existiu, seria humano ou divino?" Sobre isto, ainda não há consenso e talvez jamais haja.

Fontes: Wikipédia, livro do autor, Mistérios da Bíblia HebraicaMistérios do Cristianismo: Quem Matou Jesus?, Mistérios do Cristianismo: Maria Madalena, Pobre Jesus (Lucas Mendes) – Uol Notícias

Seguem, abaixo, as primeiras 55 páginas do livro, para a sua avaliação:

Bart D Ehrman – O Que Jesus Disse, O Que Jesus NÃO Disse, Quem Mudou a Bíblia e Por Quê[Até Pag 55]

Bart D Ehrman – O Que Jesus Disse, O Que Jesus NÃO Disse, Quem Mudou a Bíblia e Por Quê[Até Pag 55] api_user_11797_CIÊNCIA Religião – Razão – Estudos e Pesquisas – Verdade – profetas, Deus, Jesus – ética – bondade – felicidade – Criação – Homem – Universo – planetas – galáxias – Universo – fundamentalismo – guerras – maldade – paz

 

 

[scribd id=7192995 key=key-2gbcw6edd3ojxif9h1a8]

Talvez você também se interesse por estes artigos correlatos:

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

1 Comentário

  • Caro Spock:

    Seu excelente comentário ficou “preso como spam” (não sei o motivo) e foi acidentalmente excluído, junto com os outros. Mesmo assim, agradeço e solicito que, se possível, torne a reenviá-lo, pois é muito sábio e esclarecedor.

    Abs!

    PS: NÃO ME RECORDO SE O COMENTÁRIO SE REFERIA A ESTE ARTIGO OU AO SEGUINTE.

Deixe uma resposta