É, o poder econômico dos evangélicos está crescendo mesmo; preocupante e assustadoramente. Só de janeiro a março deste ano, mais de 100 processos deram entrada na Justiça, em 20 comarcas brasileiras, movidos pelos evangélicos contra jornais, jornalistas e emissoras de TV. Tudo porque ousaram criticá-los desfavoravelmente, segundo a sua ótica.

Geralmente as ações são de "indenizações por damos morais" e os formatos das petições parecem ter o mesmo modelo e um texto padrão, fornecidos pelas administrações das igrejas evangélicas, que estão assessoradas por bons e oportunistas advogados. Em Direito, isto poderia ser classificado, como "litigância de má fé", por ser a motivação ilegítima. E, de fato, algumas das ações, com este veredicto, já foram julgadas. O Objetivo real delas, não é o reconhecimento do erro, a retratação pública e o recebimento das indenizações, mas sim a intimidação. Sequer estão se importando se vão ganhar ou perder. Querem é deixar o recado: "Se ousarem nos criticar, é isto o que vai acontecer".

As quatro principais motivações dessa enxurrada de processos foram: 1) A reportagem […] da Folha de São Paulo, em dezembro de 2007, "Universal Chega aos 30 anos com Império Empresarial", na qual se tece comentários sobre a formação do patrimônio econômico da IURD, com denúncias sobre a possibilidade de lavagem de dinheiro dos dízimos, no exterior. Só a autora da matéria, jornalista Elvira Lobato, já coleciona mais de 60 processos; 2) reportagem do jornal "Extra", do Rio de Janeiro, criticando um fiel que doou um carro à igreja, em troca de um suposto milagre; 3) reportagem do jornal "A Tarde", da Bahia, por críticar um pastor protestante que atacou uma imagem sacra; 4) Cena da novela da Globo "Duas Caras", que mostrou, neste mês de março, uma seguidora fanática (Edivânia), incitando os moradores a cometerem atos de violência e preconceito contra outros três personagens que viviam um suposto triângulo amoroso, morando sob o mesmo teto.

Vejam algumas das manchetes:

  • Fiéis da Universal processam a Folha de S. Paulo;
  • Fiéis da Universal processam jornais "Extra (RJ)" e "A Tarde(BA)";
  • "Assédio Judicial" em Ações de Fiéis da Universal
  • Igrejas e Sites Evangélicos Mobilizam-se para Processar TV Globo
  • União Evangélica Brasileira concita fiéis a boicotar e processar TV Globo

E vamos parar apenas nestes exemplos mais recentes, para poder comentar o que está acontecendo. De lembrar, porém, que vários outros casos semelhantes têm existido, principalmente nos últimos cinco anos, quando o crescimento dos evangélicos se acelerou, com o fortalecimento do patrimônio econômico e a compra de jornais, revistas, editoras e concessões de canais de televisão, todos praticando o "marketing religioso das religiões evangélicas, nisto não ficando muito atrás os pentecostais, liderados pela Assembléia de Deus, dirigida pelo pastor e também Vice-presidente, Silas Malafaia, de língua afiada, e que igualmente possui um programa de televisão exibido há 25 anos ininterruptos nas principais capitais do Brasil. Não podemos nos esquecer que a realidade de hoje é bem diferente da de dez anos atrás e que, segundo a "Folha OnLine (http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u373563.shtml )", só a Igreja Universal do Reino de Deus já controla, sozinha, a maior parte das TVs no país (você já viu quantos programas religiosos evangélicos pululam nos canais de TV?), sendo a principal delas a Rede Record, da qual seria a principal acionista (fato não comprovado e insistentemente negado pela IURD, que se qualifica apenas como principal cliente). Isto, aliás, nem vem ao caso. O que importa é que elas dominam mesmo os programas religiosos exibidos nas emissoras afiliadas, sem falar nas de radiodifusão, onde também possuem emissoras próprias e/ou horários cativos.

Mas não ficam atrás, em matéria de programas de TV e radiodifusão, as dissidentes "Internacional da Graça de Deus", "Mundial do Reino de Deus", "Mundial do Poder de Deus" e "Renascer em Cristo", todas também praticantes do marketing religioso e proselitismo concorrencial, além de possuirem técnicas muito semelhantes de arrecadação de dízimos e doações diversas, com o mesmo tipo de assessoramento jurídico. Será somente coincidência?

Como se isso não bastasse, há que se considerar dois outros grandes perigos: 1) Os evangélicos, com cerca de 48 milhões de seguidores, segundo eles próprios, são hoje a segunda força religiosa do país (aproximando-se paulatinamente da primeira, a católica), ou seja – mais de um terço da população adulta; 2) nenhum político desprezará essa enorme massa votante. Na Câmara e no Senado, já existe até a "bancada evangélica", para defender seus interesses, sendo que, na Câmara Federal, essa bancada chegou a ter quase 70 deputados, em uma só legislatura.

Diante de tudo isso, eles agora se acham poderosos e não admitem críticas contrárias ao que praticam. Não se sabe ao certo o número total de evangélicos no Brasil, já que o último censo do IBGE refere-se ao ano de 2000. O número de 48 milhões de fiéis, como dito, foi divulgado pelos próprios evangélicos e pode não ser correto. Segundo outros, eles seriam 35 ou 40 milhões. Dados do IBGE , do censo de 2000, acusavam 26,1 milhões, sofrendo, porém, fortes críticas quanto aos critérios de aferição, que teriam subestimado os números dos evangélicos e somente acertado na tendência do crescimento, que apontava para a triplicação dos seguidores em 10 anos. Assim, projetando para 2008, a uma taxa de crescimento anual de 7,43% e num cálculo bem simplório, eles seriam hoje, no mínimo, uns 42 milhões. Daí, a sua autoconfiança e prepotência.

No Brasil, o evangelismo originou-se do protestantismo, que aqui chegou em 1624-25, com a invasão holandesa. As igrejas protestantes vem sendo, no Brasil, mais do que em qualquer outro lugar, um fenômeno religioso que desperta o interesse de peritos nessa área, devido ao vertiginoso e acelerado crescimento das últimas décadas, que coloca o Brasil como o segundo país no mundo em maior número de protestantes, só ficando atrás dos Estados Unidos (fonte: "Mídia e Fé – http://www.cacp.org.br/midia/)

Das 3 grandes ramificações das igrejas protestantes (tradicional, pentecostal e neopentecostal), temos, entre as pentecostais, a Assembléia de Deus, a Deus é Amor, a Congregação Cristã do Brasil e a Igreja do Evangelho Quadrangular, as quatro maiores representantes e, entre as neopentecostais, as outras 4 grandes: Universal do Reino de Deus (Edir Macedo – 1977); Internacional da Graça de Deus (Pastor Romildo R. Soares – 1980); Renascer em Cristo (Estevan Hernandez – 1986); Mundial do Reino de Deus (?) e Mundial do Poder de Deus ("Apóstolo?" Valdemiro Santiago – 19/02/1998). Todas essas neopentecostais, não sabemos se também a "Renascer em Cristo", são dissidências da IURD, daí, a similitude entre os nomes e as práticas. Com todas essas trapalhadas, estima-se que até o ano de 2020, mais da metade da população brasileira será de evangélicos e o Brasil pulará de segundo para o primeiro lugar entre os países mais pentecostais do mundo (tomara que eu já esteja morto, para não ter que assistir ao caos!).

Como se vê, igreja, principalmente para os neopentecostais, é negócio. E como negócio, tem de ser defendido da concorrência e da propaganda contrária. Por isso, a enxurrada de processos. Portanto, se você for criticá-los, cuidado! Corre o risco de sofrer processos, especialmente se a matéria tiver repercussão (eles não se importam muito com os pequenos ou com matérias que não tenham repercussão nacional). Mas, se tiver e com o crescimento e força que estão ganhando… (huuum! sei não, sei não).

Infelizmente, a nossa Constituição Federal, em seu artigo 5º, inc. VI, ao garantir a liberdade de crença e o livre exercício dos cultos religiosos, protege não só essas igrejas, como o tipo de malefícios e transtornos que elas causam, formando um exército de fanáticos que sofrem lavagens cerebrais semanais, submetendo-se ao cativeiro religioso. Com isso, a IURD fortaleceu-se aqui e, rompendo as fronteiras do Brasil, já está presente em mais de 115 países, segundo a Enciclopédia Digital Wikipédia. Mas esse número já teria sido ultrapassado e atualizado para 172 países, segundo o último livro de Edir Macedo "O Bispo – A História Revelada de Edir Macedo" – ed. Larousse do Brasil. Se forem verdadeiros, isto coloca a IURD à frente até da poderosa MacDonald’s, que possui franquias em 118 países. E tudo isso começou no Brasil, num subúrbio pobre do Rio de Janeiro, em 1977. À época, eu estava lá e vi como a coisa funcionava. Tempos depois, consegui resgatar minha própria mãe dentre os "fiéis, que felizmente, com auxílio médico,  se recuperou em tempo de sua doença mental ("fiél" que sofreu lavagem cerebral religiosa) e física e pôde ver a realidade que outros não viram e não vêem.

Será que um dia, pelo menos no Brasil, uma emenda constitucional poderá corrigir o problema? Quem terá coragem?

*********** **********

Fontes dos dados estatísticos: Wikipédia; IBGE; Folha OnLine – Brasil (http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u373563.shtml) Centro Apologético Cristão de Pesquisas – CACP( http://www.cacp.org.br/midia/); upgospel( http://www.upgospel.com.br/issue1/ ); Globo on Line; Revista de Estudos Religiosos – Nº 2/2003/pgs 75-80

Notas: 1) Ativemo-nos a comentar apenas as ações dos neopentecostais (ramo ao qual pertencem a IURD, a Internacional da Graça de Deus, a Renascer em Cristo, a Sara Nossa Terra e a Universal do Poder de Deus) por serem estas as igrejas mais poderosas e as que mais agressivamente se defendem, atacam e praticam o proselitismo. As tradicionais (batistas, metodistas, presbiterianas) e as pentecostais como as "Assembléias de Deus", "Deus é Amor", "Congregações Cristãs" e "Evangelho Quadrangular") são mais comedidas e menos nocivas, exceção feita apenas para a pentecostal Assembléia de Deus, a maior do Brasil, que sob a direção do pastor Silas Malafaia, parece estar querendo enveredar pelo mesmo caminho das neopentecostais, temendo, talvez, a concorrência. Afinal, perder fiéis é perder dízimos, doações e outras contribuições.

2) Para conhecer mais sobre as igrejas evangélicas neopentecostais, leiam as biografias de seus respectivos fundadores e as suas trajetórias. Depois concluam, como conseguiram, em pouco menos de 3 décadas, tornarem-se tão ricas e poderosas. Não estou afirmando nem denunciando nada; apenas sugerindo que pesquisem e estudem o assunto. Segue abaixo, à guisa de exemplo e ajuda, uma matéria da Folha de S. Paulo sobre o casal Hernandez, da Renascer em Cristo (as falcatruas do Edir Macedo, nem são necessárias mostrar porque já por demais conhecidas e fáceis de encontrar):

Reportagem da Folha de S. Paulo, sobre o casal Hernandez, da Renascer em Cristo

==================================================================

Talvez você também se interesse por estes artigos correlatos:

 

Technorati : , , , , , , , , , , , , ,

Del.icio.us : , , , , , , , , , , , , ,

Blogger PostBookmark/FavoritesDiggEmailFacebookGoogle GmailGoogle+LinkedInPrintFriendlyTwitterYahoo MaildiHITTShare

5 Comentários

  • RICARDO BARBOSA disse:

    Tenho o seguinte a dizer: A bíblia foi reescrita pelos católicos nos mosteiros? durante boa parte da idade média a bíblia era lida em latim e só os católicos tinham acesso a tradução? se a igreja católica tinha vários interesses que não eram os ligados a DEUS nessa época ela não poderia ter refeito os textos atendendo seus interesses? quando foi questionada pelos primeiros protestantes e foi traduzida já pegaram a biblia pronta escrita pelos católicos? Então se pode concluir que a palavra de DEUS tão falada que está contida na atual biblia foi escrita pelos homens? ora! então as igrejas cristãs estão se baseando em que? em um livro escrito por homens que atendiam o interesse de uma época? porém ao reescrever a bíblia esqueceram de tirar de lá o que disse JESUS onde quer reúnam em meu nome alí estarei presente. Então para que igreja?

  • josimar disse:

    olá meu nome é josimar vi os recados e poste, e quero dizer aos irmão que não acredita em Deus e na sua palavra que é a bíblia, e alerta as pessoas que não é mito Jesus não é mito, se fosse mito não não averia evidências
    e os ciêntistas não teria comprovado!
    e quem vai fazer você acreditar não é eu nem ninguém então não venha me pedir para explicar! e quero dizer que evangélicos não são religiosos e Evangelho não é religião! e Religião não salva ninguém, se levar uma vida religiosa as pessoas não pode receber a Deus nem ser salva!!
    e ninguem vai denunciar contra a igreja por causa do dizimo porque todos que são fiéis prosperam!!!! e não existe varios deuses e sim só um quem
    você pode penssar que todos os evangélicos são comos os deputados criou tudo, eu sei que você não irá concordar mas fica sabendo você vai descobrir a verdade,a bíblia foi escrita por homens mais foi inspirada por Deus, Deus não se ver com olhos naturais e sim olhos espirituais pela fé, o justo viverá pela fé, tudo se baseia pela fé não tem religião nenhuma no mundo que vai salvar alguém! voc~e pode pensar que os que se dizem evangélicos como alguns que estão nos parlamentos e deputados que se dizem ser, são todos ladrões charlatões e tudo mais mas na palvara mesmo esta escrito que verá di quem serve verdadeiramente a Deus ou não serve
    Jesus disce nem todo que dizer senhor senhor entrará no reino dos céus
    nem todos que espusar demônios ou fazer cura este será salvo ainda diz aparte de mim vós que praticardes a iniquidade, muitos podem falar que é evangélico crente catolico, mas nem todos serve a Deus de verdade Deus mesmo diz que muitos serão chamados mas poucos escolhidos,agora não vem me perguntar como tenho certeza de Deus e Jesus cristo,é pela fé
    se você quer saber em vez de questionar! porque não tenta você mesmo busque a Deus, mas tem que ser de todo coração! com fé crendo que ele te responderá, mas antes pessa perdão por sua ignorância, sua falta de fé pela sua má fé, e quando Deus te tocar você vai mudar este teu site, e vai falar ao contrario falando que verdadeiramente Deus existe e que não passa só de fábulas mas que é um Deus real e vivo , deus está curando muita gente transformando familias pessoas sendo salvas mudadas, é só abrir os olhos para as coisas atuais que vão enxerga, as coisas que estão escritas a milhares de anos estão acontecendo, será por acaso? ou os povos adivinharam? ou foi revelada? como alguem da aquela época poderia saber coisas que iriam acontecer? muitos pensam que a biblia foi mudada! mas ela contém os mesmos escritos desde antigamente porque deus não mudou! Ele disce que tudo passará mas não passará nem um til da sua palavra a sua palavra não mudará o que está escrito já está!
    agora amigo reveja o que você está dizendo ai não adianta ter raiva dos crentes ou evangélicos ou católicos, as pessoa serão justificadas pela fé se ouvir falar de os crentes estão roubando os pastores estão pegando o dinheiro do povo não se escandalizam por isso não o problema é dele e Deus quem pagará é ele a bíblia diz ai daquele de que vem os escândalos
    o juízo de Deus virá sobre eles não precisa se preocupar com isso, Deus dará acabo deles. agora abra os seu olhos fica atento quando você mais precisar você vai chama lo você vai pedir socorro é Ele que você vai procurar! mesmo você não acreditando nele ele ainda e ama!!!
    mesmo que você não se decide por ele ele não vai desistir ainda continuará te amando só que esse amor não lira ninguém somente aceitando o sacrifico de Jesus na cruz, eu sei que você vai apagar este comentário mas sei que você ouviu e entendeu tem muitas pesoas ai buscando a Deus outra se depara comum site deste elas começa a penssar que Deus realmente não existe! e elas não decide buscar a Deus, outars morrem sem aceita lo eu lhe peço pare de impedir as pessoas de ser salvas se você não quer ser salvo a decisão é sua,mas você não pode decidir por elas e nem enfruencialas porque a decisão são delas!evangélicos são os que levam as boas novas evangélho significa boas novas a boas novas é que Jesus morreu em nosso lugar para sermos salvo, ele veio para nos ajudar a viver uma vida longe do pecado,e ele ressuscitou e está vivo , como eu posso dizer? eu falo com ele ele me reponde só quem nasceu de novo pode isso!!
    irmão fica na paz e que Deus te guarde!!

  • O CONDOMINIO EDIFICIO REINO DOS CÉUS

    COMO TODO CONDOMINIO, O REINO DOS CÉUS NÃO É UMA EMPRESA QUE DÁ LUCRO, POIS, O REINO DOS CÉUS PODE SER CONSIDERADO UMA INSTITUIÇÃO SEM FINS LUCRATIVOS, ASSIM COMO AS IGREJAS DA TERRA

    NO REINO DOS CÉUS NÃO EXISTEM DESPESAS COM ÁGUA E LUZ E SIM BENS INALIENÁVEIS COMO: AMOR, FIDELIDADE, FRATERNIDADE E FÉ.

    O ZELADOR É PEDRO – O APÓSTOLO QUE TEM AS CHAVES DO REINO.

    TODOS OS APARTAMENTOS TEM UMA BELA VISTA PARA O PARAÍSO.

    A ÁGUA VEM DO RIO DA VIDA E A LUZ VEM DE DEUS E SÃO DADAS DE GRAÇA.

    AS IGREJAS DA TERRA QUE DEVERIAM SER O REFLEXO DO REINO DOS CÉUS, AO INVÉZ DE ARRECADAREM DINHEIRO EM FORMA DE DÍZIMOS E DOAÇÕES, DEVERIAM RATEAR AS DESPESAS DE ÁGUA, LUZ, ETC… ENTRE OS FIÉIS DA IGREJA.

    RELIGIÃO E IGREJA NÃO É COMÉRCIO!

    JESUS NUNCA PEDIU NEM ACEITOU DINHEIRO DE SEUS FIÉIS SEGUIDORES.

    DISSE JESUS:

    MATEUS CAPÍTULO 6
    19 Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
    20 Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
    21 Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

    LUCAS CAPÍTULO 12

    21 Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.
    22 E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.
    23 Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes.
    26 Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?
    29 Não pergunteis, pois, que o haveis de comer, ou que o haveis de beber, e não andeis inquietos.
    30 Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas.
    31 Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

    MATEUS CAPÍTULO 19
    16 E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?
    17 E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.
    18 Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;
    19 Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
    20 Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?
    21 Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.
    22 E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.
    23 Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.
    24 E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.
    25 Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá pois salvar-se?

    APOCALIPSE 3
    17″Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;”
    18 Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.

    ESSAS SÃO AS PALAVRAS INQUESTIONÁVEIS DE JESUS AS QUAIS TODOS SE ESQUECEM.

    FONTE: O PROFETA MUNDIAL – THE WORLD PROPHET HOME PAGE

    http://OPROFETAMUNDIAL.GOOGLEPAGES.COM

  • PEQUENAS OU GRANDES IGREJAS, GRANDES NEGÓCIOS!

    SÃO TANTAS AS IGREJAS COM DENOMINAÇÃO CRISTÃ, QUE FICA IMPOSSÍVEL ESCOLHER ENTRE MILHARES DE RÓTULOS.

    DIANTE DE TANTAS OPÇÕES, A PERGUNTA É:

    QUAL, ENTÃO, É A IGREJA VERDADEIRA E QUAL É A RELIGIÃO DE DEUS?

    ORA!, A IGREJA VERDADEIRA NÃO ESTÁ NA TERRA, MAS, NOS CÉUS E DEUS NÃO TEM RELIGIÃO, PORQUE DE TEMPLOS DE PEDRA E DE RELIGIÃO, QUEM NECESSITA SÃO OS POBRES DE ESPÍRITO.

    IGREJAS E RELIGIÕES SÃO MULETAS, ONDE AS PESSOAS SE APOIAM, JUSTIFICAM SEUS PECADOS, SEUS ERROS E AS SUAS CRENÇAS.

    É COMO ALGUÉM JÁ DISSE:

    “A RELIGIÃO É O ÓPIO DO POVO”

    A RELIGIÃO É COMO UMA DROGA ALUCINÓGENA, QUE CEGA, ENSURDECE, ENTORPECE E FAZ DAS PESSOAS VERDADEIROS BONECOS E FANTOCHES NAS MÃOS DE LÍDERES RELIGIOSOS, QUE CONTROLAM OS FIÉIS COMO MEROS ROBÔS QUE REPETEM AS PALAVRAS DO PADRE TAL OU DO PASTOR QUAL, DO BISPO FULANO, DO DIÁCONO SICRANO, BELTRANO OU CAPISTRANO, PORQUE AS PESSOAS PRECISAM SEMPRE DE UM GUIA HUMANO E DE UM PSEUDO-SÁBIO, PARA PODER GUIÁ-LAS E DIZER-LHES O QUE FAZER E COMO FAZER .

    A FÉ É NADA MAIS DO QUE A CRENÇA EM DEUS E NINGUÉM PODE TER FÉ POR NÓS. A EXPLORAÇÃO DA FÉ DAS PESSOAS POR INTERMÉDIO DAS RELIGIÕES É O GRANDE SEGRÊDO EMBUTIDO NA JUSTIFICAÇÃO DAS IGREJAS QUE SE AUTO-INTITULAM VERDADEIRAS REPRESENTANTES DO POVO DE DEUS NA TERRA.”

    TODOS OS ANOS, MILHÕES QUE VIRAM BILHÕES DE DÓLARES, SÃO ARRECADADOS DOS FIÉIS EM FORMA DE DÍZIMOS OU DOAÇÕES DADAS AOS MONTES EM ENVELOPES OU SACOS ENORMES NAS IGREJAS E NOS ESTÁDIOS MUNDO AFÓRA. AS DOAÇÕES PODEM SER FEITAS ATÉ VIA CARTÕES DE CRÉDITO, BOLETOS BANCÁRIOS, SENDO QUE ALGIUMAS IGREJAS POSSUEM ATÉ MESMO CARTÕES DE CRÉDITO BANCÁRIO PRÓPRIO, SENDO QUE OS FIÉIS HOJE SÃO CHAMADOS PELAS IGREJAS DE COLABORADORES OU PATROCINADORES DESSAS PEQUENAS QUE VIRAM GRANDES IGREJAS, MAS, QUE SÃO SEM DÚVIDA UM GRANDE NEGÓCIO.

    ESSAS RIQUEZAS SÃO AS RESPONSÁVEIS PELA CONSTRUÇÃO DE VERDADEIROS IMPÉRIOS RELIGIOSOS NOS QUAIS OS ECLESIÁSTICOS OU LÍDERES RELIGIOSOS VIVEM RODEADOS DE LUXO E SOBERBA, A MESMA RIQUEZA QUE SERVE PARA FINANCIAR SUAS PROPAGANDAS MILIONÁRIAS E PROGRAMAS NA MÍDIA, SUAS VIAGENS PELO MUNDO, ENTRE OUTRAS COISAS.

    ORA!, TODOS SABEM QUE ASSIM COMO A AGIOTAGEM ILEGAL OU MESMO A LEGALIZADA DAS INTITUIÇÕES FINANCEIRAS, A CONTRAVENÇÃO E O TRÁFICO, A RELIGIÃO É UM DOS MELHORES; SENÃO, O MELHOR NEGÓCIO DO MUNDO, PORQUE ALÉM DE TUDO A RELIGIÃO E A ABERTURA DE IGREJAS É LEGAL PERANTE A LEI.

    QUEM DÁ AOS POBRES, A DEUS EMPRESTA, MAS, AQUELE QUE TIRA DO POBRE, CONTRAI UMA DÍVIDA COM DEUS.

    TODAS AS IGREJAS DA TERRA VIVEM AS CUSTAS DOS SEUS FIÉIS E O QUE ELES DIZEM DOAR EM FORMA DE CARIDADE (CRECHES, ASILOS E AJUDA HUMANITÁRIA, ETC…), É APENAS UMA ÍNFIMA PARTE DO QUE ELES ARRECADAM E QUE SERVE PARA ABATER NO IMPOSTO DE RENDA, POIS, A MAIOR PARCELA, QUE NÃO É CONTABILIZADA, PORQUE O GOVERNO NÃO FISCALIZA AS IGREJAS, FICA COM O LÍDER OU OS LÍDERES DAS IGREJAS, QUE O UTILIZAM EM PROVEITO PRÓPRIO NA COMPRA DE MANSÕES, HELICÓPTEROS, JATOS PARTICULARES, IATES, CARROS DE LUXO, IMÓVEIS NO EXTERIOR, A SOBRA DE MILHÕES DE DÓLARES, VAI TODA PARA AS CONTAS NA SUÍÇA.

    ALÉM DE TUDO OS RELIGIOSOS AGORA ESTÃO METIDOS AOS MONTES NA POLÍTICA, COMO SENADORES, DEPUTADOS, ETC…

    QUEM DISSE QUE RELIGIÃO E POLÍTICA PODEM SE MISTURAR?”

    QUEM DISSE QUE RELIGIÃO É COMÉRCIO?

    A RELIGIÃO PARA OS LÍDERES RELIGIOSOS É MEIO DE VIDA!

    FONTE: http://OPROFETAMUNDIAL.GOOGLEPAGES.COM

  • MOVIMENTO MUNDIAL PELA INSTAURAÇÃO DE UM TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL PARA IDENTIFICAR, JULGAR E PUNIR O MAIOR CRIME DE TODOS OS TEMPOS: O ASSASSINATO DE JESUS CRISTO!

    A GRANDE PERGUNTA É:

    QUEM MATOU JESUS CRISTO?

    O GRANDE DESAFIO:

    IDENTIFICAR O RESPONSÁVEL OU OS RESPONSÁVEIS PELA PRISÃO, JULGAMENTO, CONDENAÇÃO E ASSASSINATO SUMÁRIO DE JESUS COM REQUINTES DE CRUELDADE, VIOLENCIA, PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA E VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS!

    1) – Quem eram os líderes judeus que mandaram os romanos prenderem Jesus?

    Os chefes dos sacerdotes e os escribas, com freqüência acompanhados dos anciãos, formam uma tríade sempre ao encalço de Jesus. Mas, afinal, quem eram essas figuras históricas?
    O sumo sacerdote, no período da ocupação romana, era nomeado pelo governador, que o escolhia entre as famílias judias dominantes. Caifás, então, era o Sumo Sacerdote, genro de Anás, cuja influência aparentemente ainda se fazia sentir. Os “chefes dos sacerdotes”, eram provavelmente antigos sumos sacerdotes, ao lado de preeminentes membros de famílias entre as quais sumos sacerdotes recentes haviam sido recrutados, e algumas pessoas a quem tinham sido confiadas especiais missões sacerdotais. Os “anciãos” seriam patriarcas das famílias mais ricas e distintas, e os escribas, pessoas que se destacavam pela “inteligência e cultura”, entre as quais se encontrariam os “fariseus”. A grosso modo, esses três grupos constituiriam o Sinédrio, que no total contava 71 membros.” (Vide Revista Veja – 04/95).

    – Caifás ou José Caifás era sumo sacerdote durante o ministério terrestre de Jesus – (Lucas 3:2). Era genro do sumo sacerdote Anás, seu antecessor – (João 18:13). Caifás era saduceu – (Atos 5:17).
    Caifás era líder de um complô para eliminar Jesus. Profetizou que Jesus morreria em breve pela nação, e empenhou-se de todo o coração neste sentido – (João 11:49-53: 18:12-14). No julgamento de Jesus perante o Sinédrio, Caifás rasgou a roupa e disse: “Ele blasfemou!” – (Mateus 26:65), referindo-se ao fato de Jesus reivindicar a dignidade divina. Quando Jesus estava perante Pilatos, Caifás estava sem dúvida presente, clamando: “Para a estaca com ele! Para a estaca com ele!- (João 19:6, 11); ele foi um dos que pediram que Barrabás fosse liberto, ao invés de Jesus – (Mateus 27:20, 21; Mr 15:11); estava ali, bradando: “Não temos rei senão César” – (João 19:15); também estava protestando contra o letreiro afixado sobre a cabeça de Jesus: “O Rei dos Judeus” – (João 19:21).

    – Anás foi designado sumo sacerdote por volta de 6 ou 7 EC por Quirino, governador romano da Síria até cerca de 15 EC – (Lucas 2:2). Anás era, por conseguinte, sumo sacerdote quando Jesus, aos 12 anos deixou admirados os instrutores rabínicos no templo – (Lucas 2:42-49). Quando Jesus foi preso, ele foi primeiro levado a Anás, para interrogatório, e então levado a Caifás, para julgamento – (João 18:13). O nome de Anás encabeça a lista dos principais oponentes dos apóstolos de Jesus Cristo – (Atos 4:6).
    Anás era um homem rico, e uma de suas principais fontes de renda era a venda de sacrifícios no templo. Por este fato, tinha razões para matar Jesus, que por duas vezes purificou o templo, que eles tinham transformado num “covil de salteadores”- (João 2:13-16; Mateus 21:12, 13; Marcos 11:15-17 e Lucas 19:45, 46). Um motivo adicional para o ódio que Anás tinha a Jesus e seus apóstolos, era o ensino sobre a ressurreição, cuja prova era a ressurreição de Lázaro, porque sendo Anás saduceu ele não cria na ressurreição.

    – Pilatos ou Poncio Pilatos, como um líder romano, era também responsável pela segurança do império. Ocorriam constantes rebeliões, que desgastavam a tropa. Roma, representada por Pôncio Pilatos, na região da Judéia, governava em conluio com as elites locais. Assim, tanto os sacerdotes (liderados por Caifás, o supremo sacerdote) quanto Herodes (judeu), governante distrital da Galiléia (designado pelo senado romano) podiam coletar impostos para si, desde que mantivessem o povo satisfeito com os romanos e dessem ao César parte da arrecadação.
    A condenação de Jesus foi uma farsa perpetrada com o objetivo de acobertar os atos imorais que vinham sendo praticados pela elite judaica (sacerdotes liderados por Anás, Caifás, escribas e anciãos) mancomunados com autoridades romanas, dentre as quais destacamos Pilatos e Herodes (que era judeu).

    2) – Por que Jesus foi condenado?

    Jesus foi submetido a dois julgamentos: judeu e romano. O julgamento judeu teria sido uma investigação preliminar, não um julgamento. Outros afirmam que coube aos romanos apenas executar uma sentença judia. Segundo diálogo que João presenciou entre Pilatos (que não encontrava razões legais ou morais para condenar Jesus) e as autoridades judaicas, Pilatos diz: “Tomai-o vós mesmos e o julgai conforme a vossa lei”. Os judeus responderam: “Não nos é permitido condenar ninguém à morte.” Percebe-se através desse diálogo que a intenção das autoridades judaicas era matar Jesus e não simplesmente puni-lo. Surgiu, então, um problema de competência entre a justiça romana e a judaica. Pilatos diante do impasse, entregou Jesus aos soldados para que o castigassem e, em seguida, Jesus foi levado para ser crucificado.

    A Corte Internacional de Justiça

    A Corte Internacional de Justiça, com sede em Haia (Holanda), é o principal órgão judiciário das Nações Unidas, obedecendo seu funcionamento ao que estipula seu Estatuto, que é parte integrante da Carta da ONU. Todos os membros das Nações Unidas são, ipso facto, parte do Estatuto. Estados não-membros das Nações Unidas podem tornar-se partes do Estatuto, obedecendo às condições estipuladas para cada caso pela Assembléia Geral, à recomendação do Conselho de Segurança.

    O Tribunal Penal Internacional (TPI) ou Corte Penal Internacional (CPI)

    É o primeiro tribunal penal internacional permanente. Foi estabelecido em 2002 em Haia, cidade nos Países Baixos, onde inclusive fica a sede do Tribunal, conforme estabelece o artigo 3º do Estatuto de Roma, documento aprovado no Brasil pelo Decreto Nº 4.388 de 25 de setembro de 2002.
    Os crimes incluídos nas competências jurídicas da Corte são o genocídio, os crimes de guerra e os crimes contra a humanidade, entre eles o extermínio, a escravidão, a tortura, a violência sexual, as perseguições por motivos raciais, étnicos ou religiosos, a deportação e o apartheid.

    Sendo assim, por meio deste manifesto, venho solicitar a todas as nações Cristãs por intermédio das Nações Unidas, baseado na Carta Universal dos Direitos Humanos, que seja instaurado um Tribunal Internacional para identificar, julgar e condenar o responsável ou os responsáveis pelo arbitrário e brutal assassinato de Jesus Cristo, cujo nome verdadeiro era, Yehoshua, o Filho de Deus, (nascido em Belém – radicado em Nazaré, ambas cidades da Judéia, durante o reinado de Herodes Antipas, governador da Judéia na época do nascimento de Jesus, cujo pai terreno adotivo era José – (descendente do Rei Davi) – Carpinteiro em Nazaré, e sua mãe de Miriã (Miriam ou Maria – a virgem).

    Jesus foi preso por soldados romanos por ordem de Caifás sumo-sacerdote do sinédrio judaico, entre os 32 e 33 anos de idade no Monte das Oliveiras em Jerusalém, sendo então, levado ao Sinédrio Judaico para ser interrogado e tendo sido considerado culpado foi levado a presença de Pilatos (governante em Jerusalém), que o reenviou a Herodes (Governador da Judéia), que por sua vez o remeteu de volta a Pilatos, que não tendo achado culpa em Jesus, transferiu a decisão para as mãos do povo judeu, que por ocasião da páscoa escolheu libertar Barrabás (um conhecido ladrão e assassino vil da época) e condenar Jesus a crucificação.
    Feito isso, Pilatos lavou suas maõs do sangue de Jesus e conforme o desejo do povo judeu, mandou que açoitassem e crucificassem Jesus no Monte das Caveiras (Gólgota ou Calvário), lá mesmo em Jerusalém.

    …E assim Jesus foi preso, julgado, condenado, açoitado, cuspido, humilhado, crucificado e morto.

    Mas, a pergunta continua:

    QUEM MATOU JESUS E QUEM É O RESPONSÁVEL PELO SEU ASSASSINATO ?

    FONTE: http://OPROFETAMUNDIAL.GOOGLEPAGES.COM

Deixe uma resposta